Desaparecendo vagarosamente ...

Posted: quarta-feira, 24 de novembro de 2010 by marllon breno in
8


Meu quarto costumava ser meu santuário
Veio o abandono
E alguns quadros se deterioraram
Ainda assim era o meu refúgio
Meu forte
Havia uma pequena lembrança de dor
Nada muito gritante
Ainda

Foi como o 11 de setembro
Ataques sucessivos
Impiedosos
Paredes descascadas, fechaduras arrombadas
O meu santuário desapareceu

E eu sei
Alguns de nós já conheceram as mãos do diabo
Uns morreram pelas próprias mãos
Outros morreram pra viver
Alguns, são simplesmente os outros (e eu não os culpo )
Outros, e esses são numerosos
Estão desaparecendo vagarosamente
Como o meu antigo quarto
Meu antigo santuário

E eu estou procurando as batidas do coração
Elas ainda se ouvem ao longe
Baixas
Desaparecendo ... gradativamente

8 comentários:

  1. que profundo!
    lindo lindo *-*

  1. nuss muito boom o texto...
    profundo[2]

  1. #CRIS# says:

    Breno seu filho da puuuuuuuuuta... kkkkk...... acabei de vender meu Fusca,meu primeiro carro, minha vida mudou dentro dele foi nele q chorei muiiito qdo descobri coisas cabais da minha vida..... q sintonia da poooha é essa baby???? kkkkkkk

  1. Anônimo says:

    Texto interessante!!!

  1. Anônimo says:

    Voce,tem muita criatividade!!!Sem falar na sua voz que é uma bençao de Deus!!!!Parabens!!!

  1. Anônimo says:

    ei Cris respeita ai, ele é filho da mãe viu?
    e um poeta viu?
    xerim

  1. Anônimo says:

    Fico feliz por aceitar meus comentarios!!!Admiro vc,por ser um rapaz de mto contéudo!!!Que o Senhor abençoe a cada dia sua vida,e saiba q vc é uma bençao cantando!!Realmente seu modo de louvar ao Senhor é algo divino,sem falar nos poemas!!!Parabéns!!bjim!!Fica com Deus!!

  1. juliana says:

    Anonima...(A do texto anterior)
    Da mais dicas de filmes,vi sua dicas e gostei!!Sao bem interessantes!!!agora sim...Fica com Deus!!bjim